Servidores IPTV contra-atacam e oferecem 7 mil canais do mundo todo num pacote só

Por conta da crescente repressão contra a pirataria da tv por assinatura existente na Europa e algumas operações parecidas ocorrendo aqui no Brasil tem publicado muitas matérias sobre o assunto, este tipo de matéria nem sempre é entendido por alguns usuários brasileiros de sistemas de tv pirata que tem uma visão mais radical sobre o assunto como informação, no entanto esta semana um leitor do site que está morando na Espanha me enviou algumas considerações sobre o assunto na visão dele, que está lá no continente europeu e que vivia aqui no Brasil, mandou a título de informação, sem puxar a sardinha nem para um lado nem para o outro, como informação que é o que o trás para o seu leitor pois todos tem o direito de serem informados sobre todos os lados que permeiam os assuntos sobre os quais eles gostam de se informar.

Então agradeço ao nosso leitor que está morando lá na Espanha e que me enviou suas considerações sobre a repressão contra os servidores de tv pirata na Europa, o que passo a relatar a seguir faz parte então do ponto de vista deste leitor que preferiu não ser identificado aqui nesta matéria, são vários pontos da nossa conversa que achei interessante colocar aqui para você ler:

“O mercado brasileiro de televisão não pode ser comparado nem de longe com o mercado europeu já que o Brasil tem uma defasagem enorme em sua infra-estrutura de telecomunicações, tanto em termos de equipamentos quanto em regulamentação, desenvolvimento, TI, padronização… fica até complicado explicar o quanto à realidade da tecnologia de telecomunicações por aqui pois o Brasil tem a péssima mania de reduzir tudo ao que existe no Brasil, você coloca uma coisa e o cara no Brasil já fala – não, esse cara é louco, a coisa não é assim não porque aqui no Brasil…”

“O território brasileiro é grande, o cabeamento é restrito e é coisa antiga, é equipamento do século passado, herança das operadoras do Estado que as empresas que compraram na privatização ainda conservam passando um batom para o uso da maioria da população, o cara dá sorte quando tem algum tipo de cabeamento para internet na região onde ele mora, a maioria do cabeamento do Brasil é fio de cobre antigo naqueles cabinhos com poucos pares para se dividir entre o serviço telefônico e a rede de dados, aqueles cabos que o ladrãozinho gosta de cortar e vender no quilo, as caixas de passagem de cabos subterrâneos feitas com obras sub-empreitadas de péssima qualidade estão num estado lamentável que colocam em risco qualquer tentativa de melhoria da estrutura, tem que fazer tudo de novo…”

“Aqui na Espanha a fibra já tomou conta e não pense que foi gasto não, que causou prejuízo pras operadoras, ao contrário, só a redução de custo de manutenção já justificava ir cabeando até dentro da casa do assinante, fibra atualmente é barata, é feita de um tipo de plástico, mais de 70% da população já tem opção de passar pra fibra, é muito bom esta estrutura toda mas ainda podia ser melhor, se você pega um trem aqui e vai ali na França aí você vai ver o paraíso, você tem largura de banda pra ofertar o que quiser na rede de dados…”

“Aqui ainda se fala em tv via satélite em uma proporção até grande por que as operadoras ainda tem que espremer o investimento que fizeram na estrutura para satélite mas as opções para a tv via fibra estão cada vez mais fortes, na Copa do Mundo vai tomar conta não tem jeito, a qualidade da imagem é maior que a do satélite, a qualidade e as funções do decodificador são muito melhores que a do satélite, é 100% internet rápida, você está assistindo o negócio ao vivo e tinha outro ao vivo passando e que você também queria ver no mesmo horário ai já programou pra começar a passar esse outro assim que você acabar de assistir o primeiro, isso sem ter que ficar usando pendrive, hd externo nem nada, é gravado na nuvem o quanto quiser. Agora me diz se tem lógica você pegar um receptor de tv via satélite e ligar ele na internet pra ter acesso a algumas funções que precisam de internet se o receptor da internet tem os canais, essas funções e outras de maneira muito melhor…”

“O cara aqui na Europa tem condição de pagar tv por assinatura, mas não é a questão de dinheiro que faz a pessoa usar a tv pirata por aqui não, tem muitos outros fatores, é claro que tem gente pobre, tem muitas cidades com bolsões de pobreza que a imprensa do Brasil não mostra, populações que vieram de outros países achando que iam enriquecer e acabaram ficando marginalizadas, os imigrantes não tem tanta opção de se misturar com a população nativa como no Brasil, acaba que há regiões que é deste ou daquele grupo, desta ou daquela língua, em alguns locais eu vejo que é grande o consumo de tv pirata entre eles pois eles não encontram o que consumir nas opções locais e a tv pirata está oferecendo cada vez conteúdo de mais e mais países.”

“Essa questão de agregar cada vez mais países como opção também pega muito europeu nativo, mesmo o que já é assinante de pacotes completos de canais nas operadoras do país onde ele mora acaba por comprar um aparelho capta as ofertas da tv pirata, a explicação é bem simples, aqui na Europa tem muita opção boa de conteúdo, o continente é pequeno e tem muitos países, o que se produz em um país nem sempre é possível ser visto no outro e quando essa possibilidade existe acaba encarecendo demais o negócio, a pessoa tem que fica filtrando demais o conteúdo que pode ou não assinar…”

Fonte: http://gps.pezquiza.com/

Compartilhar

Veja também


Brasileiros criaram uma Antena de Tecido

Rede Telecine abre o sinal de seus canais por 10 dias


Lista IPTV M3U completa com 1000 canais para Receptores

Lei da TV Pirata é rejeitada por 95% dos Brasileiros em pesquisa do Senado Federal

Para conter Cardsharing operadora obriga assinante a associar Cartão ao Decodificador

Onde estou?

Sua localização dentro do site.

  1. Home AtualizaSAT.tk
  2. IPTV IPTV
  3. Artigo de IPTV Artigo de IPTV