Limeira registra maior nº de casos de febre maculosa em pelo menos 11 anos

Postada por AtualizaSAT.tk, 2 de janeiro de 2019

Limeira registra maior nº de casos de febre maculosa em pelo menos 11 anos
Foram oito registros em 2018, com quatro mortes – três na mesma região do município. Balanço considera casos autóctones e importados. Carrapato-estrela é o responsável por transmitir a febre maculosa

CDC/ Dr. Christopher Paddock/ James Gathany

Limeira (SP) tem, em 2018, o maior número de casos registrados de febre maculosa desde, pelo menos, 2007. Foram oito diagnósticos confirmados durante o ano, sendo que quatro pessoas morreram. O levantamento da Secretaria Municipal de Saúde a pedido do G1 foi fechado em 27 de dezembro.

No ano passado, a cidade teve quatro casos e nenhum paciente morreu. Todos os diagnósticos são feitos pelo Instituto Adolfo Lutz após procura de atendimento médico. Confira, abaixo, a tabela com o número de casos.

Dos oito casos confirmados, cinco são autóctones, ou seja, de pacientes que contraíram a doença em Limeira. Outros três são pessoas que pegaram a febre maculosa em outros municípios, mas moram ou se trataram na cidade. Se considerado apenas o número de casos autóctones, 2018 empata com 2015, conforme o balanço.

Número de casos registrado de febre maculosa em Limeira

A Secretaria Municipal de Saúde afirma que, para analisar o crescimento de casos em Limeira, é necessário considerar o aumento também na região. “Sobretudo nas cidades vizinhas que registraram o dobro de casos, além da sazonalidade da doença”, alega.

A pasta diz ainda que os locais com incidência do carrapato estrela, vetores da febre amarela, ou com notificações da doença vêm sendo monitorados pela Divisão de Vigilância em Zoonoses e pela Vigilância Epidemiológica. Além disso, que a Secretaria de Meio Ambiente realiza pulverização para contribuir no controle do carrapato.

“Os agentes de saúde, médicos e enfermeiros das Unidades de Saúde da região foram capacitados a notificar casos suspeitos de febre maculosa, suspeitar de pacientes com sintomas da doença, além de adotarem diagnóstico diferencial a qualquer paciente que eventualmente seja atendido pelas mesmas”.

Mortes

A primeira morte causada pela doença em 2018 foi no dia 20 de maio, sendo o caso considerado importado de Americana (SP). A vítima é um menino de quatro anos que morava no bairro Santa Eulália, área não considerada de risco pela Saúde. Segundo a investigação epidemiológica à época, o pai da criança costumava pescar em locais com risco de contágio.

Já em julho, dois óbitos: uma mulher de 47 anos morreu no dia 28, e outro menino de 4 anos, no dia 30. Em 15 de setembro, um jovem de 26 anos também não resistiu à infecção, sendo a morte dele a última confirmada no ano.

A Vigilância em Saúde informou, à época, que o local provável de infecção da febre maculosa nesses três casos foi a área verde do Parque Residencial Abílio Pedro. Já uma mulher de 71 anos e um menino de 2, que também contraíram a doença no bairro, foi curada.

E, com os casos de contaminação no local, o setor de Serviços Públicos da Prefeitura de Limeira afirmou que instalou placas informativas na área, alertando a população sobre a presença do carrapato-estrela. Serviço de pulverização e corte de mato também foram realizados.

Capivaras hospedam carrapatos, que podem transmitir a febre maculosa

Reprodução/EPTV/Arquivo

Não há indícios de capivaras no Abílio Pedro, então a Prefeitura de Limeira precisou acionar Superintendência de Controle de Endemias (Sucen) do Estado de São Paulo para investigar o que provocou a presença dos carrapatos em áreas de proteção ambiental. Uma das hipóteses são cavalos. A prefeitura ainda aguarda o resultado.

O diagnóstico mais recente é de um homem de 50 anos, que apresentou os sintomas em novembro e foi curado. Há também uma confirmação de caso que evoluiu para cura, mas o homem de 35 anos contraiu o vírus no Campo Marrafon, em Iracemápolis (SP).

Cuidados no contato com carrapatos

Moradores devem evitar áreas de risco ou tomarem cuidados como:

Usar roupas claras, já que facilitam a visualização de carrapatos;

Colocar a barra das calças dentro das meias e calçar botas de cano alto

Examinar o corpo cuidadosamente a cada três horas, porque os carrapatos transmitem a bactéria causadora da febre maculosa, depois de algumas horas após a picada na pele

Cuidado ao retirar o carrapato que estiver grudado à pele, fazendo-o mediante leve torção

Procurar o serviço de saúde e informar ao médico sobre contato com carrapatos, caso apresente febre alta, dores no corpo e de cabeça, calafrios e manchas avermelhadas na pele em período de dois a 14 dias após frequentar áreas consideradas de risco para a doença.

Sintomas

Os sintomas da febre maculosa aparecem duas semanas depois da picada e incluem febre alta, dor no corpo e dor de cabeça. O diagnóstico é feito por exame de sangue.

Veja mais notícias da região no G1 Piracicaba

Fonte: G1

Limeira registra maior nº de casos de febre maculosa em pelo menos 11 anos
3 (60,53%) 569 voto[s]





Veja também


ler notícia
Cidades no litoral de SP celebram a chegada de 2019 com praias cheias

ler notícia
Slogan de Temer também não custou nada, diz aliado após Bolsonaro anunciar economia de 1,4 mi


ler notícia
Justiça concede saída temporária de Natal a mais de 750 presos de João Pessoa

ler notícia
Chanceler austríaco anuncia fim de coalizão e pede novas eleições

ler notícia
Coaf Coaf! Bolsonaro com tosse!

Ultimas atualizacoes


>>
Atualização Stremio Stremiobox IPTV 13 de Junho de 2019

>>
Atualização Stremio Stremiobox IPTV 24 de Dezembro de 2018

>>
Atualização Stremio Stremiobox IPTV 14 de Dezembro de 2018

>>
Atualização Stremio Stremiobox IPTV 18 de Setembro de 2018

>>
Atualização Stremio Stremiobox Sport HD 30 de Junho de 2017

>>
Atualização Stremio Stremiobox IPTV 20 de Abril de 2017

>>
Atualização Skysat V20 HD 23 de Fevereiro de 2019

>>
Atualização Skysat V20 HD 20 de Dezembro de 2018

>>
Atualização Skysat V20 HD 30 de Outubro de 2018

>>
Atualização Skysat V20 HD 3 de Setembro de 2018

Onde estou?

Sua localização dentro do site.

  1. Home AtualizaSAT.tk
  2. Noticias Noticias
  3. Not&iacutecia Notícia