Limeira registra maior nº de casos de febre maculosa em pelo menos 11 anos

Postada por AtualizaSAT.tk, 2 de janeiro de 2019

Limeira registra maior nº de casos de febre maculosa em pelo menos 11 anos
Foram oito registros em 2018, com quatro mortes – três na mesma região do município. Balanço considera casos autóctones e importados. Carrapato-estrela é o responsável por transmitir a febre maculosa

CDC/ Dr. Christopher Paddock/ James Gathany

Limeira (SP) tem, em 2018, o maior número de casos registrados de febre maculosa desde, pelo menos, 2007. Foram oito diagnósticos confirmados durante o ano, sendo que quatro pessoas morreram. O levantamento da Secretaria Municipal de Saúde a pedido do G1 foi fechado em 27 de dezembro.

No ano passado, a cidade teve quatro casos e nenhum paciente morreu. Todos os diagnósticos são feitos pelo Instituto Adolfo Lutz após procura de atendimento médico. Confira, abaixo, a tabela com o número de casos.

Dos oito casos confirmados, cinco são autóctones, ou seja, de pacientes que contraíram a doença em Limeira. Outros três são pessoas que pegaram a febre maculosa em outros municípios, mas moram ou se trataram na cidade. Se considerado apenas o número de casos autóctones, 2018 empata com 2015, conforme o balanço.

Número de casos registrado de febre maculosa em Limeira

A Secretaria Municipal de Saúde afirma que, para analisar o crescimento de casos em Limeira, é necessário considerar o aumento também na região. “Sobretudo nas cidades vizinhas que registraram o dobro de casos, além da sazonalidade da doença”, alega.

A pasta diz ainda que os locais com incidência do carrapato estrela, vetores da febre amarela, ou com notificações da doença vêm sendo monitorados pela Divisão de Vigilância em Zoonoses e pela Vigilância Epidemiológica. Além disso, que a Secretaria de Meio Ambiente realiza pulverização para contribuir no controle do carrapato.

“Os agentes de saúde, médicos e enfermeiros das Unidades de Saúde da região foram capacitados a notificar casos suspeitos de febre maculosa, suspeitar de pacientes com sintomas da doença, além de adotarem diagnóstico diferencial a qualquer paciente que eventualmente seja atendido pelas mesmas”.

Mortes

A primeira morte causada pela doença em 2018 foi no dia 20 de maio, sendo o caso considerado importado de Americana (SP). A vítima é um menino de quatro anos que morava no bairro Santa Eulália, área não considerada de risco pela Saúde. Segundo a investigação epidemiológica à época, o pai da criança costumava pescar em locais com risco de contágio.

Já em julho, dois óbitos: uma mulher de 47 anos morreu no dia 28, e outro menino de 4 anos, no dia 30. Em 15 de setembro, um jovem de 26 anos também não resistiu à infecção, sendo a morte dele a última confirmada no ano.

A Vigilância em Saúde informou, à época, que o local provável de infecção da febre maculosa nesses três casos foi a área verde do Parque Residencial Abílio Pedro. Já uma mulher de 71 anos e um menino de 2, que também contraíram a doença no bairro, foi curada.

E, com os casos de contaminação no local, o setor de Serviços Públicos da Prefeitura de Limeira afirmou que instalou placas informativas na área, alertando a população sobre a presença do carrapato-estrela. Serviço de pulverização e corte de mato também foram realizados.

Capivaras hospedam carrapatos, que podem transmitir a febre maculosa

Reprodução/EPTV/Arquivo

Não há indícios de capivaras no Abílio Pedro, então a Prefeitura de Limeira precisou acionar Superintendência de Controle de Endemias (Sucen) do Estado de São Paulo para investigar o que provocou a presença dos carrapatos em áreas de proteção ambiental. Uma das hipóteses são cavalos. A prefeitura ainda aguarda o resultado.

O diagnóstico mais recente é de um homem de 50 anos, que apresentou os sintomas em novembro e foi curado. Há também uma confirmação de caso que evoluiu para cura, mas o homem de 35 anos contraiu o vírus no Campo Marrafon, em Iracemápolis (SP).

Cuidados no contato com carrapatos

Moradores devem evitar áreas de risco ou tomarem cuidados como:

Usar roupas claras, já que facilitam a visualização de carrapatos;

Colocar a barra das calças dentro das meias e calçar botas de cano alto

Examinar o corpo cuidadosamente a cada três horas, porque os carrapatos transmitem a bactéria causadora da febre maculosa, depois de algumas horas após a picada na pele

Cuidado ao retirar o carrapato que estiver grudado à pele, fazendo-o mediante leve torção

Procurar o serviço de saúde e informar ao médico sobre contato com carrapatos, caso apresente febre alta, dores no corpo e de cabeça, calafrios e manchas avermelhadas na pele em período de dois a 14 dias após frequentar áreas consideradas de risco para a doença.

Sintomas

Os sintomas da febre maculosa aparecem duas semanas depois da picada e incluem febre alta, dor no corpo e dor de cabeça. O diagnóstico é feito por exame de sangue.

Veja mais notícias da região no G1 Piracicaba

Fonte: G1

Limeira registra maior nº de casos de febre maculosa em pelo menos 11 anos
3 (60,53%) 569 voto[s]





Veja também


ler notícia
MP e PM fazem operação contra receptadores de cargas em Campo Mourão e região

ler notícia
AP fecha novembro com 78 novos postos de trabalho; contratações no comércio fez índice crescer


ler notícia
O governo entregou tudo, com o apoio de todos

ler notícia
Para sair do buraco

ler notícia
Segundo pesquisa, filmes com protagonistas mulheres têm bilheterias maiores

Ultimas atualizacoes


>>
Atualização FreesatelitalHD X1 Trio 20 de Julho de 2016

>>
Atualização iTV Fight S 11 de Junho de 2019

>>
Atualização iTV Fight S 28 de Maio de 2019

>>

>>
Atualização iTV Fight S 26 de Fevereiro de 2019

>>
Atualização iTV Fight S 23 de Dezembro de 2018

>>
Atualização iTV Fight S 12 de Dezembro de 2018

>>
Atualização iTV Fight S 12 de Outubro de 2018

>>
Atualização iTV Fight S 8 de Outubro de 2018

>>
Atualização iTV Fight HD 2 22 de Setembro de 2018 (Para cs)

>>
Atualização iTV Fight S 22 de Setembro de 2018 (Para cs)

Onde estou?

Sua localização dentro do site.

  1. Home AtualizaSAT.tk
  2. Noticias Noticias
  3. Not&iacutecia Notícia