Homem é condenado por homicídio e deve ser encaminhado a hospital de custódia no AM

Crime ocorreu em outubro de 2013. O Conselho de Sentença da 3ª Vara do Tribunal do Júri da Comarca de Manaus julgou e condenou a 15 anos de prisão Marcos Souza Araújo pelo homicídio de André Andrade da Silva, crime ocorrido em 10 de outubro de 2013.

A sessão de julgamento popular, realizada na manhã desta terça-feira (15), no Fórum Ministro Henoch Reis, foi presidida pelo juiz Adonaid Abrantes de Souza Tavares. O Ministério Público do Estado do Amazonas (MPE) foi representado pelo promotor de justiça George Pestana. A defensora pública Ana Karoline dos Santos Pinto atuou na defesa do réu.

O processo foi iniciado com três réus, porém, no primeiro julgamento, no dia 5 de outubro de 2016, o Conselho de Sentença absolveu Elison Valentim dos Santos e Jadson Valentim dos Santos. No mesmo dia, a defesa de Marcos Souza Araújo requereu a instauração de incidente de insanidade mental e, por isso, o processo foi desmembrado.

A pena de Marcos começou com 15 anos de reclusão em regime fechado, porém, o Conselho de Sentença reconheceu que o réu agiu mediante recurso que dificultou a defesa da vítima e, diante disso, o magistrado elevou a pena para 16 (dezesseis) anos de reclusão. Apesar de negar em plenário a autoria do crime, o réu havia confessado na audiência de instrução. Com isso, a pena voltou para 15 anos em razão do atenuante da confissão.

Pelo fato de ser réu primário e menor de 21 anos à época do crime, Marcos teve a pena reduzida em mais um ano, ficando em 14 (catorze) anos de reclusão. Com a decisão do Conselho de Sentença em reconhecer a semi-imputabilidade do réu, foi aplicada a causa especial de pena, prevista no Art. 26, parágrafo único, do Código Penal Brasileiro. Desta forma, considerando que o Laudo Psiquiátrico conseguiu precisar a exata data em que os transtornos passaram a afetar a capacidade do réu, a pena dele foi reduzida em 1/3 (um terço), para 9 (nove) anos e 4 (quatro) meses de reclusão.

O juiz entendeu, no entanto, que não cabia a substituição da pena privativa de liberdade por pena restritiva de direitos, em razão da pena imposta e de que o fato foi praticado com grave violência contra a vítima.

Como estava preso desde 10 de outubro de 2013, totalizando 5 (cinco) anos, 3 (três) meses e 5 (cinco) dias, Marcos cumprirá a pena em regime inicial semiaberto. Apesar de poder ficar nesse regime, Marcos terá de passar mais três anos internado no hospital de custódia, como medida de segurança. Ele também responde a outro processo por homicídio no Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM).

O crime

No dia 10 de outubro de 2013, por volta das 10h50min, populares encontram o corpo de André Andrade da Silva na Av. Itaúba, número 1.642, bairro Jorge Teixeira, 2° etapa, A vítima foi encontrada com perfurações na região do tórax e pescoço. De acordo com o inquérito policial que originou a ação do Ministério Público do Estado do Amazonas, a vítima havia sido vista bebendo em um bar com os três indiciados e depois fora encontrada sem vida.

Fonte: G1

Veja também


ler notícia
Pitágoras não é o autor do teorema matemático que carrega seu nome

ler notícia
No narcisista ‘Queen’, Nicki Minaj apura sua personagem com tretas e alfinetadas


ler notícia
'Houve movimentação incomum' de recursos no final da gestão Temer, diz Onyx

ler notícia
Batedores da PRF que escoltarão comitiva presidencial chegam ao Torto

ler notícia
Bolsonaro venceu, e agora?

Onde estou?

Sua localização dentro do site.

  1. Home AtualizaSAT.tk
  2. Noticias Noticias
  3. Not&iacutecia Notícia